Área do Assinante

Acesse sua conta e leia agora as principais notícias da nossa cidade e região e conteúdos exclusivos d'O SUL DE MINAS.com.

Cadastrar
Perdi minha senha!
Acesse www.osuldeminas.com

FAMÍLIA E O DIA MUNDIAL DA PAZ

26/12/2014 às 08:58

Neste último final de semana do ano civil, tendo celebrado o Natal no dia 25, somos convidados a refletir e a celebrar sobre a Família: Jesus, Maria e José, a Sagrada Família, modelo para todas as famílias!
          São João Paulo II insistiu muito no anúncio de que "na Família se forja o presente e o futuro da Humanidade!" Os bispos da América Latina e do Caribe já haviam ensinado que "a Família é o ninho no qual toda criança deve nascer, crescer, se desenvolver, tornar-se pessoa e ser feliz".Esta questão é, hoje, tão urgente que o Papa Francisco convocou um Sínodo Mundial sobre a Família no próximo ano.
          No espírito natalino, podemos rezar com o Pe. Zezinho: "Tudo seria bem melhor se o Natal não fosse um dia e se as mães fossem Maria e se os pais fossem José; e se a gente parecesse com Jesus de Nazaré!"
          No dia 01/01, celebraremos o Dia Mundial da Paz. Francisco enviou ao mundo todo uma Mensagem com o tema "Já não Escravos, mas Irmãos". Transcrevo o primeiro parágrafo e a conclusão, propondo que se leia o texto completo no site da CNBB.
          "No início de um novo ano, que acolhemos como uma graça e um dom de Deus para a humanidade, desejo dirigir a cada homem e mulher, bem como a todos os povos e nações do mundo, aos Chefes de Estado e de Governo e aos responsáveis das várias religiões, os meus ardentes votos de paz, que acompanho com a minha oração a fim de que cessem as guerras, os conflitos e os inúmeros sofrimentos provocados quer pela mão do homem quer por velhas e novas epidemias e pelos efeitos devastadores das calamidades naturais. Rezo de modo particular para que, respondendo à nossa vocação comum de colaborar com Deus e com todas as pessoas de boa vontade para a promoção da concórdia e da paz no mundo, saibamos resistir à tentação de nos comportarmos de forma não digna da nossa humanidade."
          Após discorrer sobre "O Projeto de Deus para a Humanidade e as múltiplas formas da escravatura, ontem e hoje", Francisco conclui convidando-nos a "globalizar a fraternidade": " ... A globalização da indiferença, que hoje pesa sobre a vida de tantas irmãs e de tantos irmãos, requer de todos nós que nos façamos artífices de uma globalização da solidariedade e da fraternidade que possa devolver-lhes a esperança ..."
          Um feliz ano novo, de saúde , esperança e paz!
Neste último final de semana do ano civil, tendo celebrado o Natal no dia 25, somos convidados a refletir e a celebrar sobre a Família: Jesus, Maria e José, a Sagrada Família, modelo para todas as famílias!          São João Paulo II insistiu muito no anúncio de que "na Família se forja o presente e o futuro da Humanidade!" Os bispos da América Latina e do Caribe já haviam ensinado que "a Família é o ninho no qual toda criança deve nascer, crescer, se desenvolver, tornar-se pessoa e ser feliz".Esta questão é, hoje, tão urgente que o Papa Francisco convocou um Sínodo Mundial sobre a Família no próximo ano.          No espírito natalino, podemos rezar com o Pe. Zezinho: "Tudo seria bem melhor se o Natal não fosse um dia e se as mães fossem Maria e se os pais fossem José; e se a gente parecesse com Jesus de Nazaré!"          No dia 01/01, celebraremos o Dia Mundial da Paz. Francisco enviou ao mundo todo uma Mensagem com o tema "Já não Escravos, mas Irmãos". Transcrevo o primeiro parágrafo e a conclusão, propondo que se leia o texto completo no site da CNBB.          "No início de um novo ano, que acolhemos como uma graça e um dom de Deus para a humanidade, desejo dirigir a cada homem e mulher, bem como a todos os povos e nações do mundo, aos Chefes de Estado e de Governo e aos responsáveis das várias religiões, os meus ardentes votos de paz, que acompanho com a minha oração a fim de que cessem as guerras, os conflitos e os inúmeros sofrimentos provocados quer pela mão do homem quer por velhas e novas epidemias e pelos efeitos devastadores das calamidades naturais. Rezo de modo particular para que, respondendo à nossa vocação comum de colaborar com Deus e com todas as pessoas de boa vontade para a promoção da concórdia e da paz no mundo, saibamos resistir à tentação de nos comportarmos de forma não digna da nossa humanidade."          Após discorrer sobre "O Projeto de Deus para a Humanidade e as múltiplas formas da escravatura, ontem e hoje", Francisco conclui convidando-nos a "globalizar a fraternidade": " ... A globalização da indiferença, que hoje pesa sobre a vida de tantas irmãs e de tantos irmãos, requer de todos nós que nos façamos artífices de uma globalização da solidariedade e da fraternidade que possa devolver-lhes a esperança ..."          Um feliz ano novo, de saúde , esperança e paz!


Recomendar a um amigo Voltar
Ver todas as notícias em LAUDELINO AUGUSTO Ver todas as notícias

Mensagem rápida | Editais | Adm | Classificados | Comercial | Leitor

The CAPTCHA image

Em Áudio

Digite abaixo os caracteres acima correspondentes.


cancelar

Jornal O Sul de Minas | Rua Xavier Lisboa, 316 CEP: 37501-042 | Itajubá, MG - Brasil | Telefax: 35 3621 1522

Sites profissionais para o seu negócio