Área do Assinante

Acesse sua conta e leia agora as principais notícias da nossa cidade e região e conteúdos exclusivos d'O SUL DE MINAS.com.

Cadastrar
Perdi minha senha!
Acesse www.osuldeminas.com

Rede já tem pré-candidato ao Governo de Minas

27/11/2017 às 11:41

João Batista Mares Guia tem grande atuação política e já foi Secretário do Estado de Educação

Focado em prestar consultoria em educação pública, o Sociólogo João Batista Mares Guia não tinha pretensão de voltar a atuar na política e estava 19 anos afastado, porém a ideologia de um partido mais recente, a Rede Sustentabilidade, o fez mudar de ideia e ele já é Pré-candidato ao Governo de Minas Gerais para as eleições do ano que vem.

“Eu recebi um convite da Rede para assistir como observador uma plenária estadual. Aconteceu no início de agosto com a Marina Silva. A reunião transcorreu, a direção nacional, a direção estadual, todos falaram, Heloísa Helena fez um discurso sensacional e eu fui chamado antes da Marina e fiz uma exposição sobre a crise nacional culminando com uma ou duas frases de saudação à Marina e para minha surpresa, teve um impacto enorme, inclusive junto à própria Marina”, explicou João Batista sobre seu primeiro contato com o partido.

Trajetória política

Em recente visita a Itajubá ele concedeu uma entrevista exclusiva ao Jornal O SUL DE MINAS e lembrou de cargos importantes já comandados por ele em sua trajetória política. João Batista já assumiu as secretarias de Educação; e Desenvolvimento, Planejamento e Meio Ambiente da cidade de Contagem (MG).

O trabalho desenvolvido por ele culminou em um convite feito pelo Governador Eduardo Azeredo para assumir a Secretaria de Estado de Educação, entre os anos de 1995 e 1998. Atuou neste cargo por dois anos como adjunto e mais dois como titular. “Como Minas obteve, na ocasião, o primeiro lugar nacional na qualidade do ensino nas avaliações nacionais do Ministério da Educação, naturalmente isso meu deu uma visibilidade e passei então a receber a diversos convites de diferentes lugares do Brasil e de alguns lugares do mundo. Foi quando eu criei uma empresa para prestar consultoria em educação pública”, contou.

Ele também foi líder estudantil universitário em Minas Gerais, foi preso político na década de 60, foi exilado e retornou na época da ditatura. João Batista foi também Deputado Estadual, o primeiro eleito do Partido dos Trabalhadores (PT) em Minas Gerais. “Deixei o PT, já percebendo o desencanto nas entre linhas”, ressaltou.

O convite

Após a primeira plenária da Rede em que participou, surgiu o convite para ser candidato a Senador, o que não fazia parte dos planos do sociólogo. “Mas, um mês depois fui chamado pela Rede para dar um seminário e fazer um debate. Isso foi em setembro e quando terminou o seminário recebi um convite deles para termos um almoço com o grupo da executiva e nesse almoço, que se deu dois dias depois, esse grupo falando em nome próprio e da própria Marina Silva, me convidaram a ser candidato a candidato a governador. Pedi 15 dias para pensar, ouvi famílias e amigos, ouvi a mim mesmo, a minha consciência e meu desejo. Foi quando entendi que era a hora de voltar”, ressaltou.

Um dos motivos alegados por ele para que essa volta acontecesse é a ideologia proposta pela Rede. “Foi por conta dessa característica da Rede que é a convicção democrática associada ao republicanismo. O republicanismo responde na democracia pelo combate as desigualdades, pelo combate a todo tipo de discriminação, a todo tipo de privilégio e por garantir equidade e garantia de oportunidades para todos, todos são iguais perante a lei. A rede também preza pela transparência e combate a corrupção, entre outras qualidades”, afirmou.

Sobre a Rede

Em seu site oficial (redesustentabilidade.org.br), A Rede Sustentabilidade se define como fruto de um movimento aberto, autônomo e suprapartidário que reúne brasileiros decididos a reinventar o futuro do país.

“É uma associação de cidadãos e cidadãs dispostos a contribuir de forma voluntária e colaborativa para aprofundar a democracia no Brasil e superar o monopólio partidário da representação política institucional. A efetiva participação de brasileiros e brasileiras nos processos decisórios é condição fundamental para a promoção do desenvolvimento justo e sustentável.

Aberta ao diálogo e construída com a participação direta de seus integrantes, a Rede Sustentabilidade é um espaço de mobilização e inovação, no qual floresce uma nova cultura política.

Uma legenda capaz de abrigar candidaturas de cidadãos que não façam parte de seus quadros, mas que compartilhem de seus ideais, comprometida com a transparência de seus processos internos e empenhada na renovação de suas lideranças”, consta no texto de divulgação. 


Recomendar a um amigo Voltar
Ver todas as notícias em Geral Ver todas as notícias

Mensagem rápida | Editais | Adm | Classificados | Comercial | Leitor

The CAPTCHA image

Em Áudio

Digite abaixo os caracteres acima correspondentes.


cancelar

Jornal O Sul de Minas | Rua Xavier Lisboa, 316 CEP: 37501-042 | Itajubá, MG - Brasil | Telefax: 35 3621 1522

Sites profissionais para o seu negócio