Área do Assinante

Acesse sua conta e leia agora as principais notícias da nossa cidade e região e conteúdos exclusivos d'O SUL DE MINAS.com.

Cadastrar
Perdi minha senha!
Acesse www.osuldeminas.com

Dentista deixa presidência do Conselho de Saúde por pressão externa

21/09/2016 às 11:16

Por Gustavo Cortez

Janderson Freitas Leite afirma que prestação de contas da Secretaria de Saúde motivou sua saída

Em uma reunião extraordinária, o Conselho Municipal de Saúde se reuniu na manhã da última quarta-feira, 14/09, na Ouvidoria da Saúde, localizada na Rua João Antônio Pereira, no Bairro Varginha, com o objetivo de tratar questões pendentes, como por exemplo, a saída do Presidente do Conselho, Janderson Freitas Leite, do cargo.

                Devido a esta situação, houve uma nova eleição e ficou definido – por unanimidade - que Jarbas Salustiano Cardoso, representante da Camuri (Central das Associações de Moradores Urbanos e Rurais de Itajubá) é o novo presidente do conselho.

                Antes desta definição, um consenso dos conselheiros achou por bem que o Dentista Janderson explicasse os motivos de sua saída. De acordo com ele, a prestação de contas da Secretaria Municipal de Saúde está atrasada e o conselho vem cobrando isso. Os documentos de 2014 ainda estão sob análise, eles não tiveram acesso a documentação do ano de 2015 e consta que em 2016, o valor pago pela pasta da saúde chega a um milhão e meio de reais em horas extras.

                Por este motivo, Janderson acredita que seu afastamento foi uma “artemanha”, do Ex-Secretário Municipal de Saúde Ricardo Zambrana, atual candidato a vereador. De acordo com o ex-presidente, Zambrana enviou um ofício ao Sindicato de Odontologistas de Minas Gerais solicitando que Janderson deixasse o cargo de presidente do conselho por não estar alinhado com as questões do sindicato e sugeriu que sua suplente Carolina Sartori de Oliveira assumisse o cargo, o que não ocorreu devido a negativa de Carolina. De acordo com o dentista, ela nem ficou sabendo da indicação.

“O Ricardo esteve conversando comigo e em um dos assuntos discutidos ele me disse que havia sido indicado para ser diretor do sindicato, que eu represento, pelo próprio sindicato e que por isso, eu deveria me alinhar ao sindicato e a ele. Eu entendo o alinhamento, mas no conselho eu tenho um papel a ser cumprido, como cidadão e como conselheiro”, disse ele.

                 A postura de Ricardo, segundo o dentista, se deve ao fato da apuração das contas da secretaria de saúde. “Ele disse que eu deveria tomar cuidado com esse assuntos e que isso poderia gerar fofocas, principalmente em período eleitoral”, acrescentou.  E poucos dias depois, o sindicado emitiu um ofício ao conselho solicitando “a mudança”.

                O ex-presidente do conselho também frisou que Ricardo chegou a lembrá-lo que retornará ao cargo de secretário no dia 03 de outubro, como se fosse uma “ameaça velada”.  De acordo com ele, também houve um problema com o Diretor da Unidade Prisional de Itajubá que chegou a questioná-lo sobre a possível informação de que estaria desviando dinheiro do Convênio da Prefeitura Municipal com o presídio, convênio este que não passou pela aprovação do conselho, segundo informações discutidas na reunião.

                O dentista relatou que a informação que chegou ao diretor do presídio é mentirosa, já que em nenhum momento ele disse isso nas reuniões do conselho e não há nenhum registro em ata dessa possível “declaração”. O diretor chegou a ir atrás de Janderson para uma explicação, mas não o encontrou, devido a uma consulta médica agendada no mesmo dia. Janderson então marcou uma reunião no presídio e esclareceu o mal entendido. Ele acredita que foi uma informação falsa plantada para prejudicá-lo.

                Presente como ouvinte na reunião, Zambrana se limitou a dizer que a maioria do que foi dito eram “inverdades” e que não existem provas e nem testemunhas sobre o relatado por Janderson. Ele ressaltou ainda que Janderson foi afastado por problemas internos do sindicato, assim como já ocorreu com outras instituições integrantes do conselho.  A reportagem solicitou uma declaração do ex-secretário, mas ele preferiu não se manifestar sobre o assunto.

Novo presidente

                Jarbas foi leito para um mandato de um ano e vai continuar com os trabalhos desenvolvidos pelo conselho. Com relação a possível interferência do ex-secretário Ricardo Zambrana nas atribuições do conselho, ele afirma ser preocupante e que não podem ser coagidos a desenvolverem suas funções, uma delas a de fiscalizadores. 


Recomendar a um amigo Voltar
Ver todas as notícias em Política Ver todas as notícias

Mensagem rápida | Editais | Adm | Classificados | Comercial | Leitor

The CAPTCHA image

Em Áudio

Digite abaixo os caracteres acima correspondentes.


cancelar

Jornal O Sul de Minas | Rua Xavier Lisboa, 316 CEP: 37501-042 | Itajubá, MG - Brasil | Telefax: 35 3621 1522

Sites profissionais para o seu negócio