Área do Assinante

Acesse sua conta e leia agora as principais notícias da nossa cidade e região e conteúdos exclusivos d'O SUL DE MINAS.com.

Cadastrar
Perdi minha senha!
Acesse www.osuldeminas.com

Aumento de vereadores

Você é a favor do aumento do número de vereadores na Câmara Municipal de Itajubá?

Esta enquete já está encerrada.

Ver Resultados


Itajubá terá mais 10 leitos para usuários de crack

24/01/2011 às 11:35

Por ANA PAULA RIBEIRO, anapaula@jornalosm.com.br

Itajubá passará a contar, nos próximos meses, com mais dez vagas para tratamento de usuários de crack. O Centro de Tratamento Laura Saia Palombo foi contemplado pelo Governo Federal no Plano Integrado de Enfrentamento ao Crack e outras Drogas.

O Governo irá financiar os leitos, os quais deverão acolher pacientes que desejarem se recuperar do vício. Eles serão disponibilizados através da Secretaria Municipal de Saúde

De acordo com Luiz Gustavo Ferreira de Carvalho, coordenador geral e fundador do centro de tratamento, a entidade se inscreveu no projeto de recuperação a usuários de drogas, instituído pela Secretaria de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde. Foram 145 propostas no Brasil submetidas ao processo seletivo, e a instituição é uma das 78 comunidades terapêuticas contempladas no País. Itajubá e Pouso Alegre são as únicas cidades do Sul de Minas beneficiadas.

Segundo o projeto, as comunidades terapêuticas deverão oferecer ambiente de proteção social e cuidado integral em saúde para usuários de entorpecentes, em situação de vulnerabilidade e risco. A quantidade de dez vagas, no caso de Itajubá, foi definida pelo Governo Federal, levando-se em consideração a população do município.

Gustavo ressaltou que os novos leitos acolherão usuários ‘interessados’, ou seja, que procuram o tratamento por livre e espontânea vontade, por um período de até nove meses.

Hoje, a Secretaria de Saúde já mantém um convênio com o Centro, ao qual são disponibilizadas 10 vagas; agora, serão 20 destinadas ao município. A sede do Centro, no bairro Jardim das Colinas, dispõe de 30 vagas.

Ao ser questionado se as 20 vagas do município suprem a demanda do município, Gustavo explicou que é um grande avanço, mas que esse número ainda estão longe de atender à demanda de usuários que buscam ajuda. “As vagas vêm suprir um pouco a necessidade da cidade; isto não é o suficiente, mas ajuda muito, pois, com a verba, irei contratar mais profissionais, o que vem qualificar ainda mais o nosso serviço”, ressaltou.

O diretor não tem informações sobre o valor a ser repassado para cada leito. Ele afirmou que a Secretaria de Saúde está elaborando a parte burocrática para o convênio.

O CENTRO Laura Saia Palombo já recebeu cerca de 150 usuários desde 2009Divulgação

Centro de Tratamento Laura Saia Palombo

O Centro foi fundado no final de 2008 e é dedicado à recuperação de dependentes químicos. A instituição oferece atendimento ambulatorial, orientação e acompanhamento de profissionais, como médico, psicólogo, consultores em dependência química, monitores, enfermeiro e outros.

Hoje, a instituição conta com duas sedes, uma no bairro Açude, onde os usuários são internados para receber tratamento físico e psicológico e a outra no bairro Medicina, onde funciona o escritório, a área de telemarketing e a oficina de ressocialização, que dispõe de dez vagas.

Para quem quiser visitar os dependentes, as instalações do Centro de Tratamento Laura Saia Palombo ficam à avenida Wagner Lemos Machado, nº 1620, no bairro Açude, e à rua Silvério Chiaradia, nº 57, no bairro Medicina. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (35) 9143-3049.

Comente! Recomendar a um amigo Voltar
Ver todas as notícias em Saúde Ver todas as notícias



Mensagem rápida | Editais | Adm | Classificados | Comercial | Leitor

The CAPTCHA image

Em Áudio

Digite abaixo os caracteres acima correspondentes.


cancelar

Jornal O Sul de Minas | Rua Xavier Lisboa, 316 CEP: 37501-042 | Itajubá, MG - Brasil | Telefax: 35 3621 1522