Área do Assinante

Acesse sua conta e leia agora as principais notícias da nossa cidade e região e conteúdos exclusivos d'O SUL DE MINAS.com.

Cadastrar
Perdi minha senha!
Acesse www.osuldeminas.com

HOLOFOTE 31-01

02/02/2015 às 08:00

VAZIA
A Secretaria de Indústria, Comércio, Ciência e Tecnologia está, aparentemente, sem ocupante desde que Leandra Machado renunciou ao posto. Em seu lugar assumiu o ex-vice-presidente da Helibras, Eduardo Mauad, que pediu para sair do cargo em 31 de dezembor de 2014. A gestão de Eduardo Mauad não trouxe frutos conhecidos até os dias de hoje.

VAZIA II
E, para piorar, desde a saída do demissionário Mauad, a cadeira de secretário de tão importante pasta está sem ocupante. Se o momento fosse de fartura na geração de empregos e atração de investimentos industriais, talvez o ocupante passasse despercebido e não fosse tão requisitado. Se bem que não se pode dispensar a ajuda de pessoas competentes em qualqeur momento.

VAZIA III
É fato que possíveis candidatos naturais devido à competência devem negar um convite em função da estrutura e peculiar coordenação da gestão no atual mandato na prefeitura. Se assim não fosse, o cargo poderia atrair muitos candidatos.

VAZIA IV
Como parece estar sendo difícil achar alguém que queira atuar junto ao atual prefeito é bem provável que a solução recaia em uma indicação doméstica. Isto significará colocar algum amiguinho já instalado nos cargos comissionados para tampar o buraco, independente da competência para exercer tal missão.

PONTE DA ESCURIDÃO
Parece brincadeira, mas não é não. A ponte Tancredo Neves está às escuras desde que foram instaladas as passarelas metálicas, que melhorou muito a circulação e segurança.
A melhora de uma variável não pode causar um problema, maior ou não. E a escuridão da ponte não pode ser justificada com a desculpa de que a Cemig ainda não instalou a nova iluminação.

PONTE DA ESCURIDÃO II
A obra na Ponte Tancredo Neves foi feita do jeito que o improviso gosta. Demora excessiva na primeira parte e rapidez na segunda e última. Será que se esqueceram de pedir à Cemig que providenciasse a nova iluminação? Até que tentaram jogar a culpa pelo poste no meio da passarela sentido Boa Vista-Avenida, mas, a Cemiog respondeu rápido que o pedido foi feito pouco dias antes da inauguração.

CONCLUSÃO
O poste no meio da passarela, a escuridão na ponte, a interrupção na retirada da antiga passarela de cimento (inexplicável até agora) são situações cômicas e que caracterizam a falta de planejamento das obras executadas pela atual administração.


Recomendar a um amigo Voltar
Ver todas as notícias em Holofote Ver todas as notícias

Mensagem rápida | Editais | Adm | Classificados | Comercial | Leitor

The CAPTCHA image

Em Áudio

Digite abaixo os caracteres acima correspondentes.


cancelar

Jornal O Sul de Minas | Rua Xavier Lisboa, 316 CEP: 37501-042 | Itajubá, MG - Brasil | Telefax: 35 3621 1522

Sites profissionais para o seu negócio