Área do Assinante

Acesse sua conta e leia agora as principais notícias da nossa cidade e região e conteúdos exclusivos d'O SUL DE MINAS.com.

Cadastrar
Perdi minha senha!
Acesse www.osuldeminas.com

ACORDA ITAJUBÁ

19/06/2015 às 08:59

Por SANTIAGO

A população de Itajubá está passando por uma crise, ainda pouco sentida, que poderá se revelar em breve de uma magnitude ímpar em sua história.

A atual administração municipal, iniciada em 2013 com o prefeito Rodrigo Imar Martinez Riera e o vice-prefeito Christian Gonçalves Tiburzio e Silva, ainda não produziu nenhum benefício palpável para a cidade, embora custe muito caro ao povo itajubense.

De uma autoproclamada competência nata para gerir a cidade e fazer de sua administração uma virtude nunca antes vista na história do município, a dupla Rodrigo Riera e Christian Gonçalves ainda não conseguiu demonstrar, nem em sonhos, esta imagem criada pelas artimanhas do marketing político.

Itajubá está definhando em termos econômicos, com uma arrecadação muito pequena perto de seu potencial.

Terra de vocação educacional, reconhecida nacionalmente, Itajubá nunca aproveitou este potencial para atrair grandes investimentos na área tecnológica. Temos condições de estabelecer em nosso município um grande polo industrial voltado exclusivamente para receber significativos investimentos na área. Mesmo com grande atraso nesta iniciativa, ainda é tempo de recuperar o prejuízo.

A adoção de medidas para atração destes investimentos não pode passar por interesses mesquinhos e nada republicanos na concessão de benefícios, temporários e proporcionais aos resultados que o município poderá receber. Todos os investidores, após análise técnica e ética, devem ser incentivados e impulsionados na geração de empregos e renda. Os ganhos são democraticamente distribuídos e geram riqueza para todos.

Enquanto o atual prefeito e seu vice entenderem que sua gestão (enganadoramente inovadora e na verdade um embuste que não se manterá por muito tempo) produz alguma coisa positiva, Itajubá paga uma conta que não é, em nenhum lugar do mundo, aceita como justa.

As despesas e contratos assinados na atual gestão chama a atenção pelos desperdícios e despropósito no bom uso do dinheiro público.

A quantidade de dinheiro do povo itajubense que escorre pelo ralo é muito grande.

Pode-se considerar como um dos maiores prejuízos impostos por Rodrigo Riera e Christian Gonçalves à população de Itajubá a nomeação de mais de uma centena de amigos e aliados políticos para cargos comissionados que custarão este ano algo em torno de R$13 MILHÕES aos cofres públicos. Este valor é estimado, pois, a atual gestão não informa os valores corretos.

A tutela sobre os conselhos municipais, incluindo como uma das mais graves ações nefastas nesta área a quase extinção do CODIT, provoca prejuízos poucos sentidos em um primeiro momento, mas, que são graves atentados ao futuro desta cidade.

A passividade do CODEMA causa perplexidade. Todas as agressões comandadas pelo prefeito e seu vice ao meio ambiente recebem um silencioso amém do órgão ambiental do município. A autorização para a realização do aterro, particular, nas margens da BR-459 e dentro da várzea do Ribeirão Piranguçu, se constitui no mais grave crime ambiental praticado na região. Mesmo com embargo federal do IBAMA proibindo tal ação, o aterro está quase pronto e o CODEMA municipal nada viu e, pasmem, nada fez para impedir tal ação agressora, mesmo sendo esta sua obrigação primordial.

Além do prejuízo ambiental, este aterro aprovado obscuramente por interesses inconfessáveis e com ganho milionário para menos de cinco pessoas, poderá se constituir na rupina do município, visto o inevitável alagamento, nas próximas cheias, do Distrito Industrial e do aeroporto em construção, além das partes baixas dos Bairros Santos Dumont e Jardim das Colinas.

O relato de todos os prejuízos causados pela gestão Rodrigo Riera e Christian Gonçalves ocuparia muitas páginas.

Certo é que a justiça será feita, no tempo devido e com as punições merecidas para todos os envolvidos nesta armação sinistra e inédita contra o povo itajubense.

Por isso é hora de Itajubá acordar, enquanto ainda temos o que defender. 


Recomendar a um amigo Voltar
Ver todas as notícias em Editorial Ver todas as notícias

Mensagem rápida | Editais | Adm | Classificados | Comercial | Leitor

The CAPTCHA image

Em Áudio

Digite abaixo os caracteres acima correspondentes.


cancelar

Jornal O Sul de Minas | Rua Xavier Lisboa, 316 CEP: 37501-042 | Itajubá, MG - Brasil | Telefax: 35 3621 1522

Sites profissionais para o seu negócio