Capa Jornal O Sul de Minas


Área do Assinante

Acesse sua conta e leia agora as principais notícias da nossa cidade e região e conteúdos exclusivos d'O SUL DE MINAS.com.

Cadastrar
Perdi minha senha!
Acesse www.osuldeminas.com

Segundo promessa do Prefeito, obra na Rua Delfim Moreira deveria estar em fase final

04/11/2016 às 11:33

Rodrigo Riera, ainda em campanha, garantiu para os moradores do Bairro Medicina que obra seria concluída em dois meses

No dia 31 de agosto, o Prefeito Rodrigo Riera se reuniu com moradores do Bairro Medicina, na Faculdade de Medicina de Itajubá, para tratar sobre a obra de drenagem pluvial na Rua Delfim Moreira, necessária para cessar o problema constante de alagamentos no local.
De acordo com informações de moradores que estavam presentes na reunião, o prefeito ainda em campanha, chegou a dizer aos presentes que obra já começaria no dia seguinte ao encontro e que em dois meses estaria pronta. De fato, nada disso aconteceu, a obra nem chegou à rua e o prazo estipulado por ele já estaria vencendo neste início do mês de novembro.
Em algumas divulgações recentes, a prefeitura informou que primeiro faria um serviço de limpeza no Ribeirão Anhumas que corta o bairro.  E de fato este trabalho está sendo executado, porém a intervenção em si ainda não ocorreu. A Prefeitura Municipal de Itajubá não se manifestou especificamente sobre o assunto e para piorar a situação o período crítico de chuvas está próximo.  
Nossa Senhora de Fátima
No Bairro Nossa de Fátima, a obra de drenagem pluvial se aproxima do fim. Em um comunicado no site da administração municipal, a Prefeitura Municipal de Itajubá da detalhes final da obra e afirma já ter iniciado a obra na Rua Delfim Moreira. Confira:
“Cada vez mais cuidando da infraestrutura do município, a Prefeitura de Itajubá tem feitos benfeitorias em todos os bairros do município. No bairro Nossa Senhora de Fátima, uma grande obra de drenagem foi feita ara prevenir alagamentos.
Na Rua José Galdino e nas imediações uma nova rede pluvial foi construída, com sarjetas e bocas de lobo que captam as águas da chuva e as direcionam para uma tubulação de concreto, colocada em trecho entre a Rua Vereador José Lino da Costa e a Avenida Padre Lourenço da Costa, desaguando em um posto de visita já existente no local. Após a construção da rede pluvial, a Rua José Galdino foi asfaltada e as sarjetas foram construídas. Três quebra-molas também foram construídos no local.
Além do projeto para solucionar os problemas de alagamentos no bairro Nossa Senhora de Fátima, a atual Administração também está fazendo uma grande obra de drenagem no Bairro Medicina. Os dois projetos, juntos, somam mais de um 1 milhão e 800 mil reais em investimentos”.
Obra fracassada
Assim que foi anunciada a obra neste ano, a população do Bairro Medicina e principalmente da Rua Delfim Moreira ficou com receio de que a mesma situação se repetisse em 2012, quando o Ex-Prefeito Jorge Mouallem, executou uma  intervenção que prometia solucionar o problema das cheias no local. O que não ocorreu.
Durante seis meses, a Rua Delfim Moreira ficou praticamente intransitável devido a  obra. Porém, após o término, a situação permaneceu e na opinião de alguns moradores, até piorou. Foram muitos transtornos no local, o que não pode ser diferente em se tratando de uma situação desta. Muito barulho, poeira e em dias de chuva, muito barro. A população acreditava que o problema seria resolvido.
A obra finalizou e Doutor Jorge não foi reeleito. No início da gestão de Rodrigo Riera, a reportagem entrou em contato com a prefeitura para saber quais as condições do local e, na época foi informada de que a obra não havia sido concluída. A administração municipal havia informado de que segundo a avaliação de técnicos da prefeitura, o projeto deveria passar por alterações para que pudesse ser levado adiante.
Sobre o projeto
Confira a explicação do Prefeito Rodrigo Riera publicada em sua página oficial sobre a obra que, segundo  ele, será feita no local:
“O bairro Medicina possui 18 pontos de alagamentos e nove sub-bacias de contribuição, que fazem parte da bacia Medicina – São Vicente. Do total de pontos que acumulam água, dez estão na rua Delfim Moreira. O projeto contempla a implantação de redes de drenagem pluvial, poços de visita e bocas de lobo, que farão a captação das águas das chuvas em toda a extensão da sub bacia.
O bairro Medicina é uma região muito plana, com uma imensa área rural no entorno, de onde desce a água da chuva. Cada uma das oito sub-bacias precisa ter a sua rede de drenagem específica. A atual Administração está dando um grande passo resolvendo o problema da região da rua Delfim Moreira, pertencente à Bacia Hidrográfica do Ribeirão Anhumas.
A obra começará no trecho entre as ruas Candelária e Marechal Juarez Távora. Com o traçado na rua Marechal Juarez Távora,  que dá acesso ao ribeirão Anhumas, as ruas República do Peru e Silvério Chiaradia, que são os dois pontos mais baixos do bairro Medicina serão contempladas com o esgotamento pluvial.
Para a rede de drenagem chegar ao ribeirão Anhumas, haverá a necessidade da readequação do leito do ribeirão às aduelas implantadas no início da atual administração sob a avenida Tancredo Neves na foz com o Rio Sapucaí. Com isso, os bairros Medicina, São Vicente, Avenida e Vila Póddis serão amplamente beneficiados  uma vez que o escoamento das águas da chuva será facilitado evitando costumeiros alagamentos.
A Administração Rodrigo Riera também desenvolveu um projeto para resolver os problemas de alagamentos na Rua José Galdino, no bairro Nossa Senhora de Fátima. Os dois projetos de drenagem, juntos, somam mais de um 1 milhão e 800 mil reais em investimentos”.


Recomendar a um amigo Voltar
Ver todas as notícias em Política Ver todas as notícias

Mensagem rápida | Editais | Adm | Classificados | Comercial | Leitor

The CAPTCHA image

Em Áudio

Digite abaixo os caracteres acima correspondentes.


cancelar

Jornal O Sul de Minas | Rua Xavier Lisboa, 316 CEP: 37501-042 | Itajubá, MG - Brasil | Telefax: 35 3621 1522

Sites profissionais para o seu negócio